Jorge Amado: conheça a nossa história com um dos autores mais lidos do mundo

 

Hoje, mesmo após 20 anos terem se passado desde a sua morte, Jorge Amado ainda é um dos escritores mais queridos e reverenciados, no Brasil e no mundo. Suas obras marcaram e vão continuar marcando gerações de pessoas, que veem no escritor mais um motivo para se orgulhar profundamente da literatura nacional.

 

Como escritor, a visão era um dos sentidos mais importantes de Jorge Amado, pois era com ela que ele se via capaz de transmitir ao mundo suas histórias e suas reflexões. Quando, então, o escritor foi diagnosticado no prestigiado Centro de Oftalmologia de Paris com uma doença degenerativa da mácula ocular, que lhe causou uma ferida na membrana neovascular e, pouco a pouco, destinava-o à cegueira, preocupou-se com a possibilidade dessa doença lhe tirar uma das coisas que mais amava: a literatura.

 

Jorge Amado não demorou para encontrar uma chance de se livrar desse verdadeiro pesadelo. Seu médico, lá de Paris, lhe contou que na capital goiana havia oftalmologistas especializados com uma técnica revolucionária, que poderiam reverter essa terrível situação. Ele falava do CBCO.

 

Essa recomendação não surgiu por acaso. Além de serem conhecidos internacionalmente, nossos oftalmologistas frequentemente participam de congressos pelo mundo todo. Em um desses congressos, em Boston (EUA), onde o Dr. Marcos Ávila e sua equipe estavam, o médico de Jorge Amado descobriu que na capital goiana, nossos médicos desenvolveram uma inovadora técnica para corrigir degenerações na mácula: o laser verde.

 

O que mais chamava atenção nesse novo tratamento, além de sua eficácia, era que, com ele, tornava-se possível cauterizar minúsculas lesões na mácula ocular, sem lhe causar nenhum dano.

 

Então, o escritor seguiu a recomendação de seu médico. Veio para Goiânia e encontrou no CBCO a solução para o pesadelo que vivia. A cada 40 dias, Jorge Amado recebia seu tratamento, subdividido em várias aplicações. Com isso, sua visão foi restaurada e ele pode terminar suas próximas obras tranquilamente, longe do terror da possibilidade de ficar cego.

 

Com o tratamento eficaz, veio a gratidão. A relação de médico/paciente do Dr. Marcos Ávila com o escritor foi superada, tornando-se uma interessante amizade. Pela cura de sua doença ocular, Jorge Amado cita em seu livro Navegação de Cabotagem o médico que foi responsável por lhe devolver a visão e as infinitas possibilidades intrínsecas a ela.

 

Mas o escritor também deixou sua marca em nós durante sua passagem pelo centro de olhos. Uma pessoa extremamente culta e politizada, Jorge Amado compartilhava sua visão de mundo e de futuro, dividindo com quem entrasse em seu caminho a sua visão holística sobre a vida.

 

Essa é uma de muitas histórias especiais que passaram pelas portas do CBCO e que nos dão imenso orgulho pela trajetória que construímos até hoje.

 

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Inscreva-se na newsletter e receba todas as novidades

    LEIA MAIS PUBLICAÇÕES

    Inédito: CBCO adquire Artevo 800, novidade no Centro-Oeste

     É com muito orgulho que a equipe do CBCO comunica a aquisição do Zeiss Artevo 800, um microscópio digital comp…

    Universidade oferece visão solidária

    Entrevista Prof. Dr. Marcos Ávila O Centro de Referência em Oftalmologia da Universidade Federal de Goiás completa de…

    Transplante de Córnea

    O CBCO tem larga experiência em transplantes de córnea. Não é à toa que o Estado de Goiás lidera o cenário nacional com …

    confira nosso instagram

    Av. T-2, n 401 - Setor Bueno
    CEP 74.210-010 - Goiânia - GO CNPJ: 00.250.178/0001-90

    Horário de Funcionamento

    Segunda a sexta das 08h às 18h – Atendimento de Urgência 24h

    Redes Sociais

    CBCO – Hospital de Olhos:

    Responsável Técnico: Dr. Arnaldo Cialdini – CRM/GO 5526 – RQE 949

    © Copyright 2021 | CBCO - Todos os direitos reservados.

    Fale Conosco Agora!